quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Churrasquinho na Favela


Eu vivi uma vida de novela.
Mas sei que o bom é aquele churrasquinho na favela.

Fui múmia, Rei,
e de sapo a príncipe.
Mas hoje sei que a vida é muito mais do que qualquer Doutor já me disse.
Se não rir da vida ela ri de você,
é bom saber e logo isso aprender.
Ou um dia o céu desaba e você nem saberá o porque.

Ande na chuva hoje...
Depois vai tomar banho mesmo.
Se olhe no espelho e veja outro,
ao menos hoje.
Realize seu desejo.
Se dê um beijo.
Depois se bata novamente.
Não tenha medo é isso que faz agente.

A única coisa no mundo emocionalmente estável que já vi...
É um poste.

                    Rodrigo Jorge Bucker – Nova Iorque 2013